Paraesc-MS/16 começa nesta sexta-feira

Campo Grande (MS) – As Paralimpíadas Escolares de Mato Grosso do Sul (Paraesc-MS/16) reúnem, a partir desta sexta-feira (29), 88 atletas e 47 técnicos e membros do staff para dois dias de competição. Atletas, com idade entre 12 e 17 anos, dos municípios de Campo Grande, Dourados, Paranhos e Três Lagoas definem, na Capital, no sábado e no domingo, os representantes de Mato Grosso do Sul na etapa nacional.

A chegada das delegações está marcada para esta sexta-feira, no Eco Hotel Chácara do Lago. Os participantes ficam hospedados no local que também abriga Centro de Convivências, refeitório, Congresso Técnico, e partidas de bocha e de tênis de mesa. O primeiro compromisso é a classificação funcional dos competidores no atletismo,na bocha e no futebol de sete. Na ocasião, os atletas serão colocados na categoria adequada para disputar o Paraesc-MS. No auditório do hotel, às 19h, serão definidos os últimos detalhes das competições, no Congresso Técnico.

O atletismo agita o sábado (30). Os melhores, nos naipes masculino e feminino, em provas de pista e de campo serão conhecidos no fim do dia. As disputas começam às 8h, no Complexo Poliesportivo Professor Ruy Jorge Cunha, na Vila Nasser. As medalhas estão em jogo nas corridas de 100m, 200m, 400m, 800m e 1500m; no arremesso de peso, nos lançamentos de dardo e de pelota e no salto em distância.

No domingo, as disputas na bocha e no tênis de mesa movimentam o Eco Hotel Chácara do Lago. Os jogos começam às 9h, com previsão de término no fim da tarde. A premiação está marcada para às 17h. Os vencedores garantem o direito de formar a equipe de Mato Grosso do Sul que participa das Paralimpíadas Escolares, em novembro, na cidade de São Paulo.

De acordo com o diretor-geral das Paraesc-MS/16, a expectativa é de bons jogos e disputas equilibradas. “Temos bons trabalhos desenvolvidos em todo Estado e acreditamos que o Paraesc terá um bom nível de competição. Temos certeza de que daqui sairão excelentes representantes com chances de conquistar muitas medalhas no nacional”,disse o professor Levy Britto Coutinho.

Mato Grosso do Sul é um dos Estados que mais trabalha e que tem melhores resultados no paradesporto. Na disputa nacional costuma ficar entre os primeiros, com a maioria dos atletas trazendo medalhas. O desempenho é ainda mais louvável quando comparado com Estados com população bem maior. No ano passado, na etapa nacional, realizada em Natal, a delegação chefiada pela Fundesporte, terminou em sexto na classificação geral, conquistando dezenas de medalhas e quebrando recordes no atletismo. MS foi o melhor por equipes na bocha e vice no judô, além de ter ficado com o ouro no futebol de 7.

Para facilitar o acesso ao Complexo Esportivo da Vila Nasser e ao Eco Hotel Chácara do Lago, a Fundesporte disponibiliza ônibus com saída da Praça do Rádio Clube às 7h30, no sábado e no domingo.

 

Aline Morais