Apesar do frio intenso, atletas não desanimam na primeira etapa dos Jogos Escolares

Categoria: Jogos Escolares da Juventude de MS | Publicado: sexta-feira, maio 20, 2022 as 15:30 | Voltar

Campo Grande (MS) - A frente fria que tomou conta de Campo Grande não foi o suficiente para tirar a energia dos mais de mil estudantes-atletas participantes dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul 2022, que nesta primeira etapa conta com futsal e basquetebol. Mesmo com as disputas ocorrendo na capital considerada a mais fria do Brasil nesta semana, os adolescentes de 15 a 17 anos não desanimaram e continuaram lutando com unhas e dentes pelos troféus da competição, que continua até segunda-feira (22).

Para a treinadora de futsal masculino de Alcinópolis, Carliane Barbosa, o frio fez um contraste imenso com o clima de seu município. “O frio lá de Alcinópolis chega a no máximo 14 ºC. Então, foi complicado chegar aqui e nos depararmos com 6 ºC. Mas a animação é tanta que acaba compensando essa dificuldade”, conta a técnica. “Tenho alguns atletas que estão no último ano de participação, então estão encerrando esse ciclo com chave de ouro em um evento deste nível proporcionado pela Fundesporte. Mesmo com o frio, todos estão bem agitados”, conclui.

Quem concorda com esse pensamento é Thaila Borges, chefe da delegação de Coxim, que não esconde sua animação em voltar a participar do evento em seu tamanho convencional. “O tempo pegou a gente de surpresa, mas nada que uma coberta e um café não resolvam. Continuamos acompanhando os atletas com a mesma empolgação, ainda mais em um evento dessa magnitude”, relata.

“Como nos anos anteriores não tivemos os Jogos do mesmo jeito por conta da pandemia, é um prazer imenso retornar em uma edição recordista em tamanho. Temos atletas que estão saindo pela primeira vez para uma competição a nível estadual, é algo diferente da nossa realidade. O período de pandemia foi bem cruel para todos, então acho que os jovens estão sentindo liberdade novamente, voltando aos poucos à normalidade”, conclui a dirigente.

Mas teve quem não se importou nem um pouco com o clima frio. É o caso de Ellen Lencina e Juliana Teixeira, atletas da seleção feminina de basquetebol de Ponta Porã. “Nossa cidade é mais fria, então não sentimos tanta diferença”, diz Ellen. “Além do mais, de qualquer forma vamos correr na quadra, então vamos nos esquentar de qualquer jeito”, continua Juliana. Para as meninas, que já são veteranas nos Jogos Escolares, essa edição se diferencia das outras. “Participamos de Jogos menores do que esses, então é bem diferente chegar em uma edição deste tamanho, depois do tempo que passamos na pandemia”, conclui Juliana.

José Neto, de Aquidauana

Com 1.068 estudantes-atletas e 58 municípios, a edição 2022 dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul é recordista em participação. Por conta disso, vários estudantes participam pela primeira vez da competição. O jogador José Eustáquio Neto, de Aquidauana, é um exemplo de atleta de primeira viagem nos Jogos, que já está marcando presença.

O aquidauanense de 17 anos protagonizou um dos gols mais bonitos da competição até o momento. Da sua área defensiva, o ala-direito acertou um chute potente, indefensável. "Foi uma vibração total, muita gratidão e alegria”, confessa José, que treina futsal desde os sete anos de idade. "Estou gostando bastante da experiência de estar aqui, estou fazendo bastantes amizades e conhecendo o pessoal”, conclui o estudante-atleta.

Os Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul são uma realização do Governo do Estado, por meio de sua Fundação de Desporto e Lazer (Fundesporte).

Clara Rockel e Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Fotos: Lucas Castro/Fundesporte

Publicado por: Clara Rockel

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.