Associações paradesportivas do MS conquistam mais de 190 medalhas representando o MS

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, dezembro 28, 2018 as 16:58 | Voltar

Confira a retrospectiva do Comitê Paralímpico de Mato Grosso do Sul, entre as associações então a ADD, Submersos, ARPP, ISMAC e MONTE SIÃO. Os paratletas participaram de aproximadamente 60 eventos paradesportivos e garantiram cerca de 190 medalhas para o MS, com apoio do Governo do Estado por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

ADD

Associação Driblando as Diferenças (ADD-MS) situada em Campo Grande, teve um grande desempenho neste ano participando de 15 competições dentro e fora do Estado, conquistando títulos importantes, como o paratleta André Luiz Barroso que garantiu o bicampeonato de Bocha Paralímpica em São Paulo, com o resultado, a equipe de Bocha Paralímpica da Associação Driblando as Diferenças, ficou com o segundo lugar no ranking geral da competição. O desportista de Três Lagoas, também trouxe a segunda medalha de ouro no Campeonato Nacional de Bocha das APAES que aconteceu em Canoas-RS.

Além dele, os representantes da ADD, conquistaram 6 medalhas no Brasileiro de atletismo que aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico, o Circuito de Loterias Caixa é o evento paralímpico a nível nacional mais importante para modalidade.
A delegação da ADD, também conquistou 32 pódios no Regional Centro-Leste  de Atletismo, Natação e Petra, realizado em Goiânia. E a equipe de Futebol Sete Paralímpico da associação, participou do Brasileiro de Futebol 7 PC Ande 2018, e garantiu a quarta colocação no campeonato.

SUBMERSOS

A equipe de natação Submersos do Rádio Clube Cidade em Campo Grande, participou de quatro grandes competições em 2018. Entre eles: O Circuito Loterias Caixa em Goiânia, trazendo para casa 13 medalhas, duas de ouro, 8 pratas e 3 bronzes.

Os nadadores do MS, também obtiveram resultados positivos nos Jogos Aquáticos de Fortaleza-CE. Cinco paratletas garantiram 11 medalhas, 6 ouros, 3 pratas e 2 bronzes. E nas Paralimpíedas Escolares 2018, das 76 medalhas conquistadas pela delegação, 22 foram da natação, 12 de ouro, 6 de prata e 4 de bronze.

A atleta sul-mato-grossense, Milaini Alviço foi um dos destaques da natação, e a convite do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) participará do projeto camping, onde passará duas temporadas de 2019 treinando com os técnicos da Seleção Brasileira Paralímpica no Centro de Treinamento (CT), em São Paulo.

ARPP - Tiro Esportivo

A equipe da Associação de Reabilitação e Paradesporto Pantanal (ARPP) de Mato Grosso do Sul esteve em mais de 10 competições neste ano, entre os mais importantes estão o 43º Campeonato Centro Brasileiro De Tiro Esportivo e o Campeonato Brasileiro da Modalidade, ambos no Rio de Janeiro.

Os paratletas representaram o MS com grande êxito. Garantiram 14 medalhas na disputa do Centro Brasileiro, sendo 6 ouros, 5 pratas e 3 bronzes. Luiz Nelson Azevedo garantiu 2 das 6 medalhas de ouro para o MS. Nas modalidades, R3, Carabina de Ar - Posição Deitado Misto SH1, na R6 Carabina 22 - 50m.

O atirador Benedito Santana da Silva também conquistou 2 ouros no campeonato, na categoria R1 Carabina de Ar - Posição em pé Masculino SH1 e no R7 Carabina .22 - 3x40 - 50m Masculino SH1.

No feminino, a medalha de ouro veio com a paratleta de Juti, Rosana Clara Urbieta, na categoria de carabina de ar, pistola e rifle.

Já no Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo 2018 foram 6 medalhas. A paratleta Rosana Clara Urbieta subiu no lugar mais alto do pódio na Modalidade: R2 Carabina de Ar - Posição em pé Feminino. Luiz Nelson Azevedo garantiu a segunda e a terceira posição na modalidade: Carabina R6 e R3, respectivamente e o paratleta João Almir Morais também subiu no pódio com seu colega de equipe na categoria R6, ficando com o bronze.

Na modalidade R7 Carabina .22 - 3x40 - 50m, Benedito Santana da Silva ficou com o 2º lugar e o atleta Enio de Jesus com a terceira posição.

O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) e contou com a participação de atletas de vários Estados brasileiros.

ISMAC

O Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos – Florivaldo Vargas (ISMAC) garantiu títulos importantes para o Estado em 2018.

Na Copa Brasil de Powelifiting - modalidade de levantamento de peso para deficientes visuais, o atleta Jorge Arruda, conquistou o 1º lugar na categoria iniciante, a competição foi disputada no CT Paralímpico em São Paulo.

O Judô Paralímpico da Ismac garantiu 19 medalhas no neste ano, nas categorias iniciante e adulto. Na 1ª Etapa do Grand Prix Internacional, os paratletas sul-mato-grossenses, conquistaram 7 medalhas, 4 ouros, 1 prata e 2 bronzes. Por equipe foram 10 ouros conquistados, 4 pratas e 5 bronzes, na 2ª Etapa foram 6 ouros, 3 pratas e 3 bronzes.

E o Futebol de 5 da ISMAC-MS, faturou o título da Copa Loterias Caixa de Futebol de 5 - Série B, a equipe conquistou a vaga na primeira divisão de 2019 na competição que aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e contou com a participação de oito equipes, de seis estados e o Distrito Federal.

O time também conquistou o segundo lugar no Campeonato Regional Centro Norte.

MONTE SIÃO

O clube paradesportivo Monte Sião trabalha com o esporte de alto rendimento aliado a projetos e ações sociais, visando atender pessoas em condição de deficiência física, visual ou intelectual. Dos vários campeonatos que participou neste ano, estão o Regional Centro-Oeste/Leste de atletismo – circuito loterias caixa, realizado na cidade de Goiânia. O campeonato contou com mais de 500 atletas inscritos de 16 estados do país, a equipe de Monte Sião subiu ao pódio oito vezes.

O campeonato foi um dos mais disputados e almejados da categoria, Luiz Fernando de Almeida foi ouro, na prova de salto em distância e na prova de 100m, Leonardo Borges levou a prata nos 400m e bronze na prova de 200m, a fundadora e também atleta do clube, Bethânia Ferreira, garantiu a medalha de bronze na prova de disco. Na prova de dardo, David William também levou o bronze, finalizando o quadro de medalhas nos 400m com o atleta João Paulo Barbieri, medalha de bronze.

Os paratletas do Clube Monte Sião também participaram da Etapa Nacional dos Jogos Universitários Paralímpicos 2018, representante do estado e da Unigran, Bethânia Ferreira Gomes, atleta na modalidade de dardo, disco e peso, surpreendentemente subiu ao pódio 03 vezes conquistando medalha de ouro em todas as modalidades que participou, superando sua própria marca anterior.

Atleta douradense também foi destaque no Fisu América Games 2018, Bethânia garantiu três ouros na primeira competição Pan-Americana voltada ao esporte universitário, repetindo o resultado obtido nos Jogos Paralímpicos Universitários no arremesso de peso, dardo e disco.

O Fisu América contou com a participação de mais de 1500 atletas de diversas nacionalidades. Os competidores brasileiros tiveram como adversários desportistas dos Estados Unidos, Canadá, Chile, Peru, Colômbia, Argentina, Costa Rica, Paraguai, Honduras, México e Uruguai.

Dourados Paralímpico

A associação esportiva Dourados Paralímpico teve cerca de 620 representações em 19 campeonatos só em 2018. Cinco eventos municipais, 3 estaduais, 2 regionais e 7 nacionais. Destes, nove foram em São Paulo, um em Goiás e outro em Minas Gerais.

Em destaque estão as Paralimpíedas Escolares 2018 e o Circuito Caixa de atletismo paralímpico.

Nas escolares a associação garantiu 24 medalhas, sendo 19 de ouro, ficando em 3º lugar no ranking geral do atletismo. Com excelente desempenho, cinco atletas foram convocados para compor o quadro da Seleção Brasileira da modalidade em 2019.

No Circuito Caixa, a associação esportiva faturou 28 medalhas, sendo 15 de ouro, 08 de prata e 05 de bronze.

Paulo Henrique Andrade dos Reis conquistou três medalhas de ouro e índice para o Nacional (Salto em Altura, em Distância e Triplo), Jonatan da Silva Ferreira garantiu o primeiro lugar (100m e 200m), Pedro Elias Barros Tenorio no (Arremesso do Peso e Lançamento do Disco), Rosenilda Aoyama também no arremesso do peso, Daiane Mailan de Souza (100m, 200m(RB), 400M(RB), Daiane Arevalo Benites (Lançamento de Disco, Salto em Distância), Joane Pedroso Correa (800m) e Joelma Lacerda Rocha (800m).

Ficaram com a prata, os atletas: Jonatan da Silva Ferreira(400m), Igor Miranda de Souza (Salto em Altura), Anderson Carlos dos Santos(Lançamento do Disco), Ana Paula Rodrigues de Souza (100m e200m), Joane Pedroso Correa( 400m), Graziela Ferreira dos Santos (Arremesso do Peso), Joelma Lacerda Rocha (400m).

Igor Miranda de Souza (Salto em Distância e Lançamento do Dardo), Daiane Arevalo Benites (100m), Ana Paula Rodrigues de Souza (400m), Fernanda Dias Gomes (5000m), ficaram com as medalhas de bronze.

Vanessa Ayala - Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.