Com apoio do Governo de MS, atletas participam dos Brasileiros Sub-17 e Sênior de Wrestling

Categoria: Campeonatos | Publicado: sexta-feira, março 11, 2022 as 08:34 | Voltar

Campo Grande (MS) – Vai começar a temporada nacional do wrestling (luta olímpica) e, após um 2021 marcante, de muitas medalhas e presença em peso nas convocações às seleções de base, Mato Grosso do Sul vem com tudo para manter a hegemonia Brasil afora. Com apoio do Governo do Estado, via Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), equipe sul-mato-grossense participa, neste sábado (12), dos Campeonatos Brasileiros Sub-17 e Sênior de Wrestling. A competição será realizada no ginásio Teatrão, em São José dos Campos (SP).

O estado será representado por sete atletas. No sub-17, vão à disputa Dan Ryan Borges (51 kg, estilo greco-romano); Luan Cabral (55 kg, estilo livre), José Luiz Prado (60 kg, greco-romano e livre), Marciel Gonçalves (92 kg, greco-romano e livre) e Heitor Silva (71 kg, greco-romano e livre). Já na classe sênior, Amanda Leal (53 kg, livre) e Paulo André Silva (70 kg, livre) lutarão por medalhas.

A delegação sul-mato-grossense é liderada pelo técnico Agnaldo Santos, beneficiário do Bolsa Técnico, programa do Governo do Estado, administrado pela Fundesporte. O treinador quer repetir o que foi feito em 2021, em que Mato Grosso do Sul esteve em praticamente todos os eventos nacionais organizados pela Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) e conseguiu classificar a maioria dos atletas para competições internacionais.

“Acredito que teremos muitas realizações em 2022, mas também tenho a consciência que estamos em um processo de renovação de atletas, alguns estão mudando de categoria de idade e podem sentir um pouco no início”, pondera Santos. “Mesmo assim, acreditamos em bons resultados e com o passar dos meses eles vão evoluindo e, com certeza, as conquistas vão aparecer. O pensamento é positivo, com boas expectativas e como sempre estamos trabalhando duro para chegar aos resultados. Esse ano não será diferente”, finaliza o técnico.

A experiente do grupo é Amanda Leal, uma das contempladas pelo programa Bolsa Atleta. A lutadora de 22 anos disputou a última edição do Brasileiro Sênior e voltou com a medalha de ouro na categoria até 55 quilogramas, no estilo livre feminino. Vale destacar que os Brasileiros são classificatórios aos campeonatos pan-americanos sub-17 e sênior.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de destaque: Divulgação

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.