Em fórum, Fundesporte orienta Miranda na criação de Conselho de Esporte e Lazer

Categoria: Clínicas, Parcerias, Visitas | Publicado: sexta-feira, julho 16, 2021 as 09:42 | Voltar

Campo Grande (MS) – Cidade mais antiga do estado, com 243 anos completos nesta sexta-feira (16), Miranda terá Conselho Municipal de Esporte e Lazer. O órgão colegiado, de caráter consultivo, foi proposto pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) no 1º Fórum “O Futuro do Esporte em Miranda”, realizado nesta quinta-feira (15) no Ginásio de Esportes Guilherme Maidana.

Durante o evento, foi formada comissão organizadora do Conselho e que definirá o plano de ação. Este terá como objetivo auxiliar na organização e consolidação das políticas públicas de esporte e lazer do município, na melhoria do padrão de gestão, qualidade e transparência nas ações. Também será responsável pela fiscalização da aplicação de recursos, sugestão na elaboração de calendário esportivo

“Miranda é o primeiro de uma série de municípios que terão fóruns para organizar conselhos. Essa construção tem de ser feita em conjunto à população, como todas as ações validadas pela comunidade, envolvendo povos indígenas, pessoas com deficiência, jovens, adultos e idosos”, destaca o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

No Fórum, a comunidade esportiva mirandense teve a oportunidade de dialogar com autoridades presentes, reivindicar ações esportivas e sugerir estratégias para nortear a constituição do Conselho. Foi o caso de Erbison José Silvino, conhecido como “Buda”, profissional de Educação Física, com especialização em fisiculturismo.

“É uma iniciativa que vai fazer com que consigamos atender a diversas demandas esportivas, da melhor idade, do paradesporto, de crianças e jovens. Muitos fisiculturistas, por exemplo, são formados em Miranda, já representaram com destaque o estado em competições nacionais e que, agora, poderão ter mais amparo do município”, afirma o profissional, que aproveitou para agradecer o empenho da Fundesporte no apoio aos atletas e técnicos.

“Queremos ver nossas crianças e jovens indígenas com maior oferta de modalidades, participando ainda mais de competições e sendo inseridos na sociedade”, pontua o cacique João Batista Pires da Silva, da Aldeia Lalima, comunidade distante cerca de 55 quilômetros do centro de Miranda, onde residem mais de duas mil pessoas de aproximadamente 200 famílias.

A comissão organizadora do Conselho tem, ao todo, nove componentes, com representação de segmentos diversos do Executivo e sociedade civil: Dino Manoel da Silva (secretário municipal de Esporte); Lindomar Ferreira (secretário municipal de Assuntos Indígenas); Fernando Quadros (Fundesporte); Rodrigo Miranda (Cref11/MS); Erbison José Silvino (representando a atividade física e saúde); Anarli Martinez da Silva (esporte escolar); Francisco Souza (esporte comunitário); João Batista (esporte indígena); Reinaldo Souza (paradesporto).

Segmentos representativos do esporte local vão formar Conselho para nortear ações esportivas e de lazer.

Participaram do Fórum também o secretário de Estado da Casa Civil, Sérgio de Paula; o deputado federal Dagoberto Nogueira e o estadual Herculano Borges; o prefeito de Miranda; Flávio Florença e demais autoridades locais. Pela Fundesporte, compuseram também a mesa de discussões o diretor-executivo Silvio Lobo Filho; o gerente da Unidade Pedagógica e de Formação (UPF), Domingos Sávio da Costa e o da Unidade de Esporte de Participação, Aventura e Lazer (Uepla), Rodrigo Barbosa de Miranda, além do assessor executivo superior Antonio José Angelo Motti.

Mais fotos na galeria: Fotos - 1º Fórum “O Futuro do Esporte em Miranda”

Texto e fotos: Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.