Fundesporte é parceira no evento de revezamento da Tocha Olímpica em Campo Grande

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, maio 13, 2016 as 16:14 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Fundação de Esporte e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) realizou nesta quinta-feira (12), uma  reunião com o diretor-presidente, Marcelo Ferreira Miranda, e representantes do Governo Municipal e Estadual.

A reunião teve o objetivo de definir acertos necessários para a passagem do maior símbolo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, a Tocha Olímpica.

Participaram da reunião os representantes da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Fundação Municipal de Esporte, Secretaria de Governo e Fundação Municipal de Cultura.

 “Participar dos Jogos Olímpicos é o objetivo e o sonho da maioria dos atletas e presenciar e até participar do revezamento da tocha é se aproximar desse sonho. É uma forma de estimular os atletas do Estado a se dedicarem no seu esporte e ainda estimular pessoas a iniciarem a prática esportiva”, disse o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul, Marcelo Ferreira Miranda.

P_20160513_093612

 Percurso de Tocha Olímpica em Campo Grande 

A Tocha Olímpica vai percorrer as ruas de Campo Grande no dia 25 de junho, na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. O Comitê dos Jogos Olímpicos decidiu que a tocha vai percorrer um total de 40 km pelas principais ruas da Capital.

A tocha chega ao Mato Grosso do Sul ainda na noite de sexta-feira (24 de junho) no Aeroporto Internacional, onde deve ser recepcionada pelas autoridades locais. Na manhã de sábado (25), a Chama Olímpica vai para Bonito. Ela volta a Campo Grande por volta das 13 horas. A partir das 13h15 a tocha começa a ser conduzida pelas ruas da cidade.

A tocha sai da Base Aérea e vai passar pelas seguintes ruas no trajeto A: av. Duque de Caxias, rua dos Andradas, av. Júlio de Castilhos, rua Cândido Mariano, rua Alan Kardec, rua João Rosa Pires, Praça das Araras, Duque de Caxias, av. Afonso Pena, rua 13 de Maio, rua Quinze de Novembro, av. Calógeras, av. Costa e Silva até o campus da UFMS.

A partir da Universidade Federal, a tocha vai percorrer de ônibus uma parte do trajeto. Ela volta a ser conduzida nas ruas, no chamado trajeto B, a partir da rua Spipe Calarge (esquina com a rua do Cruzeiro) e, depois, av. Eduardo Elias Zahran, rua Rui Barbosa, rua Dr. Aníbal, rua 14 de Julho, av. Mato Grosso, Pedro Celestino, rua Maracaju, 13 de Maio, Barão do Rio Branco, Arthur Jorge, passa pela Prefeitura de Campo Grande, av. Afonso Pena, rua Bahia, Av. Mato Grosso, rua Ceará. rua Euclides da Cunha, Rio Grande do Sul, Afonso Pena e chega ao Parque das Nações Indígenas.

A previsão é que a tocha chegue às 19h15 no Parque das Nações Indígenas. O último trecho vai ser percorrido por um índio numa canoa. Ele vai atravessar o lago do parque na embarcação. Depois, uma pira olímpica montada no local vai ser acesa.

O parque vai concentrar atividades de esporte e lazer a partir das 16 horas. Quando a tocha chegar vai ser um feito um grande show com cantores regionais (nomes ainda não confirmados).

Assessoria de Comunicação Fundesporte

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.