Futsal e basquete disputam o bronze

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, novembro 18, 2016 as 23:30 | Voltar

João Pessoa (PB) - Não foi o dia de Mato Grosso do Sul nos Jogos Escolares da Juventude, etapa 15 a 17 anos. Em três semifinais, as duas equipes de basquete e a masculina de futsal não conseguiram chegar à decisão.

No futsal, o melhor não venceu. O time da Escola Jodafi de Três Lagoas foi superior à equipe de Sergipe durante todo o jogo, mas a bola teimou em não entrar. No primeiro tempo, os meninos pressionaram, marcaram, chutaram, contra-atacaram, mas encontraram a trave no caminho. Os adversários estavam envolvidos e não conseguiam entrar na defesa de MS. E foi num chute de longe que saiu o primeiro gol de Sergipe. Com muita gente na frente, o goleiro não conseguiu impedir a bola de entrar no canto.

O time da Jodafi continuou dominando a partida, mas terminou o primeiro tempo atrás. Na etapa final, os garotos mantiveram o ritmo e numa falta, Gabriel empatou o jogo. Depois, foi um bombardeio na defesa sergipana. MS tocou rápido, aumentou o número de chutes, mas ainda parava na trave. Foram quatro bolas que fizeram a torcida engolir o grito de gol.

E como diz uma das mais famosas frases feitas do futebol: "quem não faz, leva". Sergipe saiu no contra-ataque e, novamente com um chute de longe, fez 2x1. A quatro minutos do fim, a equipe de Três Lagoas optou pelo goleiro linha e sofreu o 3x1. Os meninos tentaram até o fim, mas não conseguiram impedir a derrota.

O resultado leva a equipe à disputa do bronze.

BASQUETE

O time masculino da Escola Raul Sans de Matos Funlec não teve melhor sorte. Após um início de jogo equilibrado, os garotos viram os gaúchos abrirem vantagem. O terceiro período foi o mais complicado, as cestas teimavam em não sair. Os garotos passavam e se movimentavam bem, mas as bolas não caiam. Enquanto isso, o Rio Grande de Sul não parava de marcar pontos.

Jpeg

Jpeg

No último período, a desvantagem era de 10 pontos, mas os garotos da Funlec não desistiram. Há quatro minutos do fim, uma falta não marcada pelo árbitro, sofrida por MS num arremesso de três pontos, afastou o Estado de vez da final. Ao ser questionado, o árbitro aplicou uma falta antidesportiva contra a Funlec e expulsou o técnico Dirceu Fernando por reclamação.

O time ainda teve garra para tentar buscar uma diferença que chegou aos 14 pontos, mas novamente as cestas não saíam. Foram pelo menos quatro ataques e dois lances livres nos quais a bola não caía. Melhor para os gaúchos que venceram por 57x43.

Neste sábado, os garotos da Funlec brigam pelo bronze

PROGRAMAÇÃO

9h - Basquete feminino MS X MT
14h30 - Futsal masculino MS X DF
14h30 - Basquete masculino MS X ES

 

 

Aline Morais

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.