Haras de Campo Grande sedia prova de três tambores no sábado

Categoria: Campeonatos | Publicado: quinta-feira, dezembro 17, 2020 as 15:15 | Voltar

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado apoia, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), a 1ª Prova COTTMS de Três Tambores. A competição, organizada pela Comissão Organizadora dos Três Tambores de Mato Grosso do Sul (COTTMS), acontecerá no sábado (19.12), a partir das 9 horas, no Haras Nevada, em Campo Grande. Protocolos severos de biossegurança serão adotados em razão da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19).

Participarão do evento aproximadamente 150 competidores/as de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná. De acordo com a organização, o esporte tem presença predominantemente feminina, cerca de 90% do público nas competições. As disputas serão divididas em sete categorias: test horse, mirim, infantil, tira-teima, jovem, feminino e mala-de-louco.

A modalidade consiste em uma prova no qual o conjunto (cavalo-cavaleiro ou cavalo-amazona) precisa contornar três tambores, dispostos triangularmente em uma arena, no menor tempo possível. Assim que o focinho de um cavalo/égua cruza a linha de partida, um dispositivo eletrônico, por meio de sensor, inicia a contagem do tempo.

Conforme as regras oficiais, estruturadas pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), o primeiro tambor tem de ser contornado com um giro de 360°, da esquerda para a direita. Os dois últimos tambores também deverão ser contornados totalmente, entretanto, da direita para a esquerda. Somente após ter contornado os três tambores, o participante deverá se dirigir para a linha de chegada.

Além disso, ao derrubar um tambor, o competidor é penalizado com o acréscimo de cinco segundos no seu tempo final de prova. O esporte exige, acima de tudo, velocidade e coordenação motora por parte do atleta, além da sintonia junto ao animal.

Medidas de biossegurança

Por conta da Covid-19, a COTTMS aplicará medidas de biossegurança rígidas. As provas serão desenvolvidas obedecendo a um distanciamento. A utilização de máscara será obrigatória durante todo o evento, desde a chegada, permanência, antes e após as atividades. Cada cavaleiro/amazona deverá levar sua própria água em garrafas individuais.

Superfícies do haras serão higienizadas frequentemente. Recipientes com álcool em gel 70% estarão à disposição dos atletas em diversos pontos no haras. Avisos sobre o cumprimento das medidas sanitárias serão feitos frequentemente, além de intensa fiscalização.

Segundo os organizadores, a competição não será aberta ao público e só poderão entrar atletas, proprietários de animais, treinadores, veterinários e demais membros de estafe, que terão temperatura corporal aferida na entrada. Não haverá cerimônia de pódio, a fim de evitar o contato entre cavaleiros e amazonas. A premiação será individual.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de destaque: Divulgação/COTTMS

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.