JEJ Blumenau: Jardinense fica em terceiro lugar no ciclismo

Categoria: Jogos Escolares da Juventude | Publicado: sexta-feira, novembro 29, 2019 as 00:24 | Voltar

Blumenau (SC) - A atleta Brenda Becker Gonçalves, de Jardim, terminou a prova por pontos do ciclismo na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 2019, em Blumenau-SC, na terceira colocação. A quinta-feira (28.11) foi o segundo dia de disputas na modalidade. A ciclista, da Escola Estadual Pedro José Rufino, faturou o bronze na categoria A (12 a 14 anos), ao somar 10 pontos. As disputas seguem nesta sexta (29.11), com a prova de resistência.

Este foi último ano da sul-mato-grossense nesta faixa etária da maior competição estudantil do país. A delegação de Mato Grosso do Sul que participa dos JEJ Blumenau tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Ao todo, a prova teve 60 voltas e seis chegadas, que contam os pontos dos sprints. Para Brenda Becker, só consegue completar a disputa por pontos o atleta que tiver perseverança. “É uma prova de persistência, porque são várias chegadas e isso vai desgastando muito os atletas. Então, temos de dar o nosso melhor e buscar a melhor colocação possível. A gente sente dor, mas temos de superá-la e entender que devemos ultrapassar as metas”.

Brenda ao lado do técnico e do pai Marcelo Gonçalves.

O sentimento é de dever cumprido, após longo período de treinamentos. Nem mesmo os finais de semana eram de descanso para a ciclista de Jardim. “Me sinto muito realizada, porque é muito esforço que a gente faz, muito treinamento específico e dedicação para chegar até aqui. Conseguir levar uma medalha ao nosso estado é muito compensador”, diz Brenda.

O técnico Rogério Oliveira afirma que Brenda já tem uma carreira respeitável no ciclismo, principalmente devido ao apoio da família, também apaixonada pelo esporte sobre duas rodas. “Ela já tem uma experiência muito grande. A Brenda se esforçou muito e foi merecido. Ela treina bastante, todos os dias. Aos finais de semana, sempre está pedalando. O seu sonho é ser campeã brasileira e vai conseguir. Se não for agora na categoria A, ela vai conseguir no 15-17 anos, eu tenho certeza”.

No ano que vem, a jardinense terá pela frente provas com maior grau técnico e intensidade física, em razão do avançar da idade dentro dos JEJ e consequente preparo dos atletas da nova faixa etária. “Tenho de treinar mais, me esforçar mais, muito mais, dobrar os treinamentos, porque nada é fácil. Esse é meu último ano e no ano que vem quero estar aqui de novo, buscando medalhas na nova categoria”, destaca Brenda.

No Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada Júnior, realizado em julho deste ano, em Maringá-PR, a sul-mato-grossense foi vice-campeã da prova de contrarrelógio e ficou com o bronze na de resistência, pela categoria infantojuvenil.

Quase lá

Mais dois ciclistas de Mato Grosso do Sul presentes em Santa Catarina por pouco não subiram ao pódio. Na prova por pontos, atual bicampeão da etapa nacional dos JEJ, Kawãh David, terminou em quarto lugar, com nove pontos, a um do terceiro colocado. O atleta de Chapadão do Sul, do Colégio Atenas, compete seu primeiro ano na categoria B, destinada aos participantes de 15 a 17 anos.

Após a queda, Kawãh recuperou-se e manteve a ponta o tempo todo.

O término em quarto teve contornos de dramaticidade, dor e superação. Kawãh enroscou-se com um adversário e caiu na segunda volta, na abertura da curva inicial do percurso. Sendo assim, perdeu os dois primeiros sprints, que contam pontos para a classificação final.

Para encostar no pelotão da ponta, o sul-chapadense teve de dar 20 voltas em ritmo acelerado, sem margem para descanso. Além disso, ficou por um triz de ser desclassificado da prova, pois invadiu o espaço de um oponente no momento do sprint, o que é considerado infração pelo regulamento. A obstrução ao adversário rendeu-lhe punição de um ponto, suficiente para tirá-lo do pódio, na terceira posição.

Ana também vem de família de ciclistas.

Ana Gabriela Nogueira, do Colégio Elite Mace, de Campo Grande, também fechou a disputa na quarta posição. A ciclista, pela categoria B (15-17 anos), fez cinco pontos, contra 11 da terceira colocada.

Outro guerreiro na pista foi Wilson Júnior da Costa, da Escola Estadual José Ferreira da Costa, de Costa Rica, pela 12-14. O jovem sul-mato-grossense também foi ao chão durante a prova, mas seguiu firme, não abaixou a cabeça e pedalou com intensidade para chegar em sexto lugar.

Wilson "deu o sangue" para representar Mato Grosso do Sul.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Fotos: Lucas Castro/Fundesporte

Foto de capa: Divulgação/COB

Publicado por: ppaiva@fundesporte.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.