Judoca campo-grandense conclui mais um treinamento com a seleção brasileira principal

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, dezembro 17, 2020 as 16:52 | Voltar

Campo Grande (MS) – Beneficiária do programa Bolsa Atleta, concedido pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), a judoca Aléxia Vitória Nascimento concluiu, nesta quinta-feira (17.12), mais um treinamento de campo com a seleção brasileira principal. Os treinos tiveram início no dia 10 de dezembro e foram realizados em estrutura montada no Hotel Colonial Plaza, em Pindamonhangaba (SP), principal complexo de alto rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Segundo a entidade nacional, a concentração no interior paulista faz parte da preparação da seleção verde e amarela para os Jogos Olímpicos de Verão 2021, que acontecerão em Tóquio, no Japão. Além disso, o treinamento visou aprimorar os judocas para a disputa do World Masters de Doha, evento confirmado para janeiro do ano que vem, e que conta pontos na briga por vaga olímpica.

A atividade, reunindo 60 judocas, também serviu para integrar a equipe de base com a principal, como forma de assegurar qualidade e continuidade na renovação da seleção ao longo dos ciclos olímpicos, principal “receita” da CBJ. Esse é o caso de Aléxia Nascimento, de 18 anos. A sul-mato-grossense é considerada uma das “joias” do Brasil, já com vistas às próximas edições das Olimpíadas (Paris-2024 e Los Angeles-2028), e tem grandes chances de trazer medalhas para o país.

Este foi o segundo treinamento de campo do selecionado brasileiro focado na preparação olímpica e também na inserção dos judocas da nova geração, com troca de experiências. O anterior foi realizado de 8 a 13 de novembro, no mesmo local.

Em Campo Grande, Aléxia treina na Associação Atlética Judô Futuro, ao lado do pai e técnico Alessandro Nascimento, um dos contemplados pelo Bolsa-Técnico do Governo do Estado. A atleta campo-grandense liderou o ranking nacional sub-18 na categoria até 48 quilogramas (kg) até atingir o limite de idade (17 anos) para a classe. Agora, com 18 anos, na sub-21, já aparece em quarto lugar, sendo dois anos mais nova do que a líder.

Dentre os títulos do currículo de Aléxia, destaca-se o tricampeonato da etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude e o ouro no Campeonato Pan-Americano Sub-18 2019, resultado que a levou ao Campeonato Mundial da categoria, em Almaty, no Cazaquistão, no mesmo ano. Aléxia também já participou de inúmeros Estágios Internacionais, além de ter faturado a prata no Campeonato Brasileiro Interclubes - Taça Brasil Sub-21, em 2019.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Fotos: Divulgação

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.