Lutadores de MS voltam do Pan-Americano de Kickboxing com 13 medalhas e garantem vaga ao Mundial

Categoria: Campeonatos | Publicado: terça-feira, novembro 22, 2022 as 16:59 | Voltar

Campo Grande (MS) – Mato Grosso do Sul se fez presente na 11ª edição do Campeonato Pan-Americano de Kickboxing, no último fim de semana. Com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), os lutadores voltaram de Cascavel (PR), cidade-sede do torneio internacional, com 12 medalhas, sendo quatro de ouro, seis de prata e três de bronze.

No total, a delegação sul-mato-grossense, organizada pela Federação de Kickboxing de Mato Grosso do Sul (FKBMS), foi composta 12 atletas e dois técnicos. Além disso, duas mulheres fizeram parte do quadro de arbitragem do evento, e um diretor de arbitragem também foi convocado. A competição foi realizada pela Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB), com apoio da Associação Mundial de Organizações de Kickboxing (WAKO, na sigla em inglês), e contou com mais de 900 inscritos, que representaram 19 países das três Américas.

Os medalhistas de ouro foram Ian Andrwei Benites, Kivinin Francielly Macedo, Anderson Ramos da Mota e Henrique Amaral. Ficaram com a prata Cléber Córdoba Júnior, Débora da Rosa Santos, Danilo Dias Vieira, Kawan Bobadilha Cavalheiro, Gabriel Dalmaso Arce e Igor Leonardo Alemar. Já os que garantiram o bronze foram Giovanny Amarílio, Jorge Vera Denguez e Marcos Coltro Júnior. Os campeões asseguraram vaga direta ao campeonato mundial de lutas, o World Combat Games, que acontecerá de 21 a 30 de outubro de 2023, em Riad, capital da Arábia Saudita.

Natural de Ponta Porã, Ian Andrwei Benites comemorou o título de campeão, na modalidade kick light. “Por todo contexto que trago comigo nesta caminhada, me sinto extremamente realizado e satisfeito com os resultados, representando bem o meu estado, a minha cidade e o meu país”, destaca o atleta de 29 anos. “Acabei adoecendo uma semana antes do evento, o que cobrou muito de mim no corte de peso e dentro das lutas que fiz”, completa.

O Brasil foi o campeão geral do Pan, somando 297 medalhas (131 ouros, 101 pratas e 65 bronzes). A Argentina terminou na segunda colocação, com 163 medalhas (61 ouros, 49 pratas e 53 bronzes. A terceira posição ficou com o México, que foi 56 vezes ao pódio (23 ouros, 14 pratas e 19 bronzes).

O Campeonato Pan-Americano realizado no interior paranaense encerrou o calendário nacional e internacional da modalidade em 2022. Segundo a FKBMS, Mato Grosso do Sul ainda terá um evento a nível estadual para fechar o ano.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de destaque: Divulgação

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.