MS termina Paralimpíadas com 51 medalhas

Categoria: Paralimpiadas | Publicado: segunda-feira, novembro 28, 2016 as 08:59 | Voltar

A delegação de Mato Grosso do Sul superou as metas de conquistas para as Paralimpíadas Escolares 2016. Os 49 atletas trazem na bagagem 51 medalhas, número que supera 2015 em 13 pódios. Foram 21 ouros, 17 pratas e 13 bronzes. O resultado rendeu a MS o quinto lugar geral, uma posição acima em relação ao ano passado.

Somente no atletismo foram 35 medalhas: 13 ouros, 12 pratas e 9 bronzes. As últimas conquistadas na manhã de ontem. Primeiro lugar para: Igor Miranda classe F13, categoria B, no lançamento de dardo; José Mário, classe T33, categoria A, nos 100 metros rasos; Carla Regina, na F37, categoria B, no lançamento de dardo; e Yuri Roberto, na T47, classe A, no salto em distância. Ficaram com a prata: Ana Júlia, classe F12, categoria B, no lançamento de dardo e Yuri Roberto, na T47 categoria A, nos 100 metros rasos. O bronze foi para Felipe Alves, na T13 categoria B, nos 100 metros rasos. As conquistas deram à equipe o quinto lugar geral.

Na natação Milaine (S3) e David Holosback  (S10) ganharam seis medalhas, nos 50 e 100m livre e nos 50m costas. Ela três ouros, ele três pratas. Do judô vieram mais quatro conquistas.  Subiram ao pódio: Alexandre Torrezane (bronze, classe B2, até 90kg), Sara dos Santos (classe B1, prata na categoria até 52kg e bronze no absoluto) e Henrique Medina (bronze, classe B1, categoria até 55kg).

O time de futebol de 7 conquistou o bicampeonato. Os garotos confirmaram o favoritismo, venceram o Rio de Janeiro na final por 5x0 e terminaram invictos.

No tênis de mesa, Mato Grosso do Sul ficou com terceiro lugar geral, somando os ouros de Iolanda Maia e Lucas Matheus; e o bronze de Lucas Santiago.

Quatro atletas que representaram Mato Grosso do Sul na bocha das Paralimpíadas Escolares voltam para casa com uma medalha na bagagem. Foram dois ouros e dois bronzes. Três veteranos e um estreante subiram ao pódio. Os resultados deram ao Estado o terceiro lugar geral na modalidade.

Marcial Benitez, em seu primeiro ano na categoria B, sagrou-se campeão, na classe BC 2. Higor Santos ganhou a outra medalha dourada na categoria B da classe BC 4. Luiz Henrique da classe BC 2 categoria B, repetiu o bronze do ano passado. Mesma conquista do novato Yuri Yamada da classe BC 1 categoria A.

"Estamos muito satisfeitos com o resultado. Foi um sucesso. Nossos atletas se superaram e conseguimos conquistar muitas medalhas. Estamos vendo que o paradesporto está evoluindo em nosso Estado. Estamos conseguindo progredir. Vamos continuar trabalhando para melhorar ainda mais", analisou o chefe da delegação, Levy Britto Coutinho.

"É prazeroso e motivo de orgulho pra nós da Fundesporte e de Mato Grosso do Sul poder receber esses atletas vitoriosos. Não só pelas medalhas, mas principalmente pelo esforço e pela dedicação. Estamos muito satisfeitos e esperamos fazer um 2017 ainda melhor", disse o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda.

O retorno da delegação, que conta com o apoio do Governo do Estado, é na tarde de hoje. O desembarque, na Cidade Morena, está marcado para às 15h30. Participaram da competição atletas de Campo Grande, Dourados, Paranhos e Três Lagoas. Ao todo, competiram mais de três mil atletas, com idade entre 12 e 17 anos, de todo país. Foram três dias de disputa no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP).

Veja a colocação por modalidade:

Atletismo: 5°;

Bocha: 3°;

Futebol de Sete: 1°;

Judô: 7°;

Natação: 19º,

Tênis de Mesa:  3°

 

 

Aline Morais

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.