No Aero Rancho, esporte ajuda a melhorar o rendimento escolar dos alunos

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, janeiro 29, 2016 as 10:34 | Voltar

Quinze adolescentes de 12 a 17 anos participaram entre os dias 22 e 24 de janeiro, do Torneio Nacional de Beach Tennis realizado em Santos-SP. Os jovens atletas fazem parte do Projeto “Atleta Bom de Bola, Aluno Bom de Nota”. O projeto é desenvolvido pela professora Luzélia Costa de Oliveira, e o técnico de Beach Tennis Leonardo de Castro, na Escola Estadual Silvio Oliveira Santos, localizada no bairro Aero Rancho em Campo Grande.

O Governo do Estado por meio da FUNDESPORTE cedeu um ônibus que fez o transporte da delegação até Santos onde nossos atletas brilharam trazendo uma medalha de ouro e um bronze.

Mas engana-se quem acha que as medalhas foram as verdadeiras conquistas. O Projeto desenvolvido desde agosto do ano passado, tem como principal objetivo a melhora do desempenho escolar dos alunos; a ferramenta para isso? O Esporte.

“Quando começamos com os treinos de Beach Tennis falávamos aos alunos que aquele que conseguisse melhorar suas notas e passar de ano ganharia além de outros prêmios, esta viagem para participar do torneio em Santos. Para nossa surpresa, todos eles conseguiram melhorar suas notas e fechar com sucesso o ano letivo. Cumprimos nosso objetivo, o esporte deu um choque de ânimo nestes adolescentes que agora estão muito mais interessados nas aulas”, afirma Luzélia.

Um dos destaques do Projeto é o jovem Luiz Eduardo Vitorino (14) que em sua primeira competição subiu ao lugar mais alto do pódium, conquistando a medalha de ouro na categoria iniciantes.

IMG-20160129-WA0000

O pai de Eduardo, o soldador Luiz Anselmo Sobrinho, é só orgulho ao falar do filho e do projeto.

“O Eduardo sempre foi um garoto exemplar, muito gentil, educado e estudioso. Porém a partir do nono ano ele simplesmente perdeu o interesse nos estudos, ficou desanimado sem interesse por nada. Sentia-me angustiado, pois a maior preocupação de um pai é que seu filho estude e consiga colher bons frutos a partir disso. Ele estava com notas baixas em cinco matérias, muito próximo de ser reprovado, mas tudo isso mudou a partir do momento em que ele começou a frequentar as aulas do projeto. O resultado disso é que meu filho recuperou todas as suas notas e passou de ano, e mais, hoje o Eduardo tem uma outra cabeça, esta muito mais responsável, todos em casa estão felizes da vida”, comenta o pai orgulhoso.

De acordo com o diretor-presidente da Fundesporte, Prof. Marcelo Ferreira Miranda, projetos como estes devem ser encorajados e fomentados. “O Governo do Estado e a Fundesporte viabilizarão meios de contribuir ainda mais com projetos como este”, afirma Marcelo.

O Projeto Atleta Bom de Bola, Aluno Bom de Nota se mantém através do esforço dos professores e pais de alunos. Interessados em ajudar podem entrar em contato por meio do número (67) 9250 1662.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.