Praia Clube conquista o Troféu Super Vôlei feminino sobre o Flamengo; confronto será reeditado no Guanandizão

Categoria: Campeonatos, SUPERCOPA DE VÔLEI 2020 | Publicado: domingo, novembro 1, 2020 as 10:03 | Voltar

Campo Grande (MS) – Quem pôde acompanhar a final do 1º Troféu Super Vôlei feminino na noite deste sábado (31.10), entre Dentil/Praia Clube (MG) e Sesc/Flamengo (RJ), já consegue imaginar o que será a decisão da Supercopa de Vôlei 2020, na próxima sexta-feira (06.11), em Campo Grande (MS). As equipes voltam a medir forças no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão). Esta será mais uma partida de alto nível técnico, com nomes “de peso” do vôlei feminino nacional, para colocar de vez o principal ginásio esportivo de Mato Grosso do Sul, totalmente reformado e modernizado pelo Governo do Estado e Prefeitura da Capital, nos holofotes de grandes competições.

Fernanda Garay busca em Campo Grande segundo título da temporada.

Na final de ontem, o Dentil/Praia Clube levou a melhor, vencendo a equipe carioca por 3 sets a zero (parciais de 25x22, 25x14 e 27x25), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). Para faturar o primeiro título da temporada 2020/21, o time de Minas Gerais contou com atuação de gala de Fernanda Garay. Constantemente convocada à seleção brasileira, a ponteira foi eleita melhor jogadora do Super Vôlei, ao receber o troféu Viva Vôlei (sendo destaque em quadra nos três jogos do torneio).

Por outro lado, o Sesc/Flamengo, do técnico Bernardinho, tem a chance de aplicar a revanche na Capital sul-mato-grossense, na decisão da Supercopa. O embate, entre duas das equipes de maior investimento do vôlei brasileiro, promete ser de fortes emoções.

Assim foi a disputa masculina pelo título da Supercopa, em Campo Grande, na última sexta-feira (30.10), com EMS Taubaté Funvic (SP) e Sada Cruzeiro (MG) em quadra. Na ocasião, a agremiação paulista sobressaiu-se, após virar e levar a partida ao tie-break, garantindo o bicampeonato na competição.

No Guanandizão, Bernardinho terá a chance de "dar o troco" no Praia Clube.

“São ingredientes que vão proporcionar outro grande espetáculo no Guanandizão, desta vez pela Supercopa feminina. Quando assumimos a gestão em 2015, esta era uma das prioridades do governador Reinaldo Azambuja: reestruturar o principal complexo esportivo coberto do Estado, para ser palco de eventos que ficarão marcados na história”, evidencia o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda.

O jogo da próxima sexta-feira (06.11) terá a presença de 600 pessoas convidadas, o que corresponde a 10% da capacidade de público no ginásio, que hoje comporta até 6.074 torcedores. Os convites serão distribuídos a autoridades, gestores esportivos e ex-atletas que fizeram parte da história do Guanandizão. Não haverá venda de ingressos.

A Supercopa de Vôlei 2020 masculina foi o primeiro evento esportivo com público do país. Isso só foi possível após a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) avaliar positivamente os protocolos rígidos de biossegurança apresentados pelas secretarias estadual e municipal de Saúde.

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Fotos: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.