Sul-mato-grossenses participam de seletiva nacional para as Olimpíadas de Paris

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, novembro 10, 2022 as 16:09 | Voltar

Mato Grosso do Sul tem grandes chances de enviar um representante para as próximas Olimpíadas. Oito judocas sul-mato-grossenses foram convocados para a Seletiva Nacional de Judô - Projeto Paris 2024, onde os atletas disputam a chance de compor a Seleção Brasileira na próxima etapa do Ciclo Olímpico. A seletiva é organizada pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), e ocorre dos dias 11 a 13 de novembro em Porto Alegre (RS). Os judocas receberam apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), para participar do evento. 

Conforme o diretor técnico da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS), Marcelo Matos, os atletas foram selecionados de acordo com o desempenho e conquistas nacionais ao longo dos últimos meses. “Esse é considerado o evento mais disputado do ano”, comenta. “Participam dessa seleção diversos atletas renomados, que têm experiência em eventos internacionais e Jogos Olímpicos”, conclui.  

Segundo a CBJ, serão escolhidos quatro atletas em cada chave para representar o Brasil em competições no próximo ano, contando pontos para o Ranking Internacional e pleiteando a participação nas Olimpíadas de Paris. “Nos preparamos muito para essa competição, com treinos intensos mais de uma vez ao dia”, conta Diogo Rocha, um dos treinadores que acompanha os judocas. “Os atletas estão felizes de fazer parte deste seleto grupo. É o resultado de anos de treino e fruto do esforço deles. Acredito que é um dos eventos mais importantes na carreira de um atleta”, termina. 

Reconhecimento nacional - Além da convocação para a seletiva nacional, Mato Grosso do Sul recebeu mais um triunfo: conforme lista divulgada pela CBJ, o estado figura entre as três primeiras potências do judô nacional, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro.

“A felicidade é imensa, estar entre os primeiros lugares de um país tão grande quanto o Brasil demandou muito esforço e investimento”, afirma o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho. “Congratulações a todos os atletas que lutaram a levaram o nome de Mato Grosso do Sul para o Brasil. Com certeza esperamos crescer ainda mais nos próximos anos”.

Para José Ovídio, presidente da FJMS, esse resultado é motivo de comemoração. “Isso só foi possível graças ao apoio e investimento do Governo do Estado e da Fundesporte”, declara. “Estamos batendo de frente com estados que têm um poder aquisitivo muito maior, então essa colocação muito nos orgulha. Foi a dedicação, o carinho e o empenho de todos os envolvidos no judô em nosso estado que nos trouxe até aqui”, conclui.

Mato Grosso do Sul ainda figurou no ranking de melhores clubes do Brasil, com duas entidades na lista: a Associação Judô Futuro, em 8º, e Judô Clube Rocha, em 10º.

Clara Rockel - Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Publicado por: Clara Rockel

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.