Talita vence e Saymon é vice no Open

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, setembro 26, 2016 as 15:57 | Voltar

Dois sul-mato-grossenses chegaram à final da etapa Campo Grande do Open de Vôlei de Praia. Durante quatro dias, as melhores duplas do país passaram pelas areias do Parque das Nações Indígenas. Nas duas finais, disputadas na manhã deste domingo, havia jogador de Mato Grosso do Sul.

Primeiro foi a vez de Talita fazer a final ao lado da parceira Larissa. Com o apoio da torcida, a aquidauanense mostrou o voleibol que já a levou a várias Olimpíadas. O jogo decisivo foi contra Val e Renata. Talita e Larissa não deram chances para as adversárias e fecharam o jogo em 2x0, parciais de 21x9 e 21x15.

“Foi especial ganhar aqui, pelo fato de reunir todos os meus familiares, amigos, pessoas que jogaram comigo nas primeiras vezes em que bati em uma bola de vôlei. Agradeço a todos os dirigentes que lutaram para realizar este evento, Campo Grande merecia uma etapa, pois sempre revelou grandes atletas”, disse emocionada Talita. A parceira Larissa concorda, “É sempre muito bom jogar em Campo Grande, hoje sou a atleta com mais títulos conquistados aqui. Espero que continue tendo etapas aqui. Queria agradecer a todos que vieram torcer por nós”.

No masculino, a briga pelo título foi Saymon e Álvaro Filho contra André e Ricardo. O jogo foi equilibrado, mas no fim pesou a experiência: 2x0 para Ricardo e André, parciais de 21x17 e 21x17 . Veterano nas areias de Campo Grande, Ricardo agradeceu e elogiou o público. “Sei que é difícil jogar quando tem atleta da casa do outro lado, mas vocês torceram e deixaram o espetáculo ainda mais bonito”.

Saymon, um dos jovens talentos do vôlei de praia mundial, ficou com a prata que não diminuiu a felicidade de poder jogar em casa. “ É muito bom jogar em casa, ainda mais com arquibancada cheia. O estado sempre revelou grandes talentos e merece que a etapa continue a vir para a capital”. Álvaro Filho compartilhou da emoção do parceiro. “É demais jogar aqui. É um clima muito bacana, sem falar de você estar vindo para a arena e ver tucanos e araras, é maravilhoso o local, a cidade é muito bonita e estou feliz de estar participando desta etapa aqui junto com o Saymon”.

A excelência da etapa Campo Grande foi destacada pelos jogadores que gostaram da volta da cidade ao circuito e agora torcem para que ela seja fixa no calendário. “Eu já joguei dois eventos aqui em Campo Grande, tenho certeza que todos os atletas vão querer que esta etapa volte a acontecer todos os anos, pois gostamos muito de jogar aqui”, ressaltou André.

Para que o maior evento de vôlei de praia voltasse à Cidade Morena foi necessário o esforço conjunto do Governo do Estado, da Fundesporte, do Banco do Brasil e da Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul. Esforço recompensado com o sucesso da etapa.

“Ficou mais uma vez provado que o público sul-mato-grossense prestigia esta competição, tendo em vista que lotou as arquibancadas durante todo o evento. Esperamos sediar novamente ano que vem a etapa do open”, disse o presidente da FVMS José Eduardo Amâncio da Mota.

“Este evento reforça a parceria do Banco do Brasil com o governo do Estado de Mato Grosso do Sul, estimula a pratica de esporte e a geração de trabalho e de negócios no estado. Nós continuaremos brigando para que a etapa do open retorne à capital”, falou Evaldo de Souza superintendente do Banco do Brasil

Em nome do Governo do Estado, o diretor-presidente da Fundesporte  agradeceu a oportunidade e se comprometeu a continuar lutando para levar grandes eventos esportivos para Campo Grande. “Estamos muito felizes. Por Mato Grosso do Sul, depois de seis anos, ser palco de um grande evento esportivo. Gostaria de agradecer a Confederação Brasileira de Vôlei, ao Banco do Brasil e a Federação de Vôlei local, por trazer essa etapa para valorizar o esporte do estado, que motiva nossos garotos e toda a população a praticar esportes e atividades físicas. Faremos o possível para trazer mais eventos como esse para nosso estado”.

A etapa Campo Grande do Open foi disputada entre 22 e 25 de setembro. As 16 melhores duplas do país no masculino e no feminino jogam pelos primeiros lugares. A média de público foi de 800 pessoas por dia de competição. Na final, mais de 1000 pessoas passaram pelo Parque das Nações. Quem compareceu aprovou a iniciativa, “É um evento bacana, diferenciado que veio para a capital. E com certeza temos que incentivar mais pra trazer outras modalidades, e assim poder agradar todo mundo” avaliou João Dias. “É muito legal porque é uma coisa diferente pra se fazer aqui na cidade”, disse Ana Carolina Kuffner. Para Luciene Jungton o importante é incentivar, “Precisa muito destes eventos, do incentivo principalmente do esporte, minha filha joga vôlei pra ela esta sendo muito bom assistir aos jogos”.

 

 

Aline Morais

 

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.