Yeltsin Jacques busca segundo ouro na Tóquio-2020 nesta segunda-feira e pode bater recorde mundial

Categoria: Geral, MS na Tóquio-2020 | Publicado: segunda-feira, agosto 30, 2021 as 14:06 | Voltar

Campo Grande (MS) – Após o ouro inédito conquistado na prova dos 5.000 metros na Paralimpíada de Tóquio-2020, na última quinta-feira (26), o sul-mato-grossense Yeltsin Ortega Jacques volta à pista do Estádio Olímpico para disputar a final dos 1.500 metros (classe T11: deficiência visual) nesta segunda-feira (30). A decisão terá início às 20h35 (horário de MS), com transmissão ao vivo pelo canal televisivo SporTV 2.

Contemplado pelo Bolsa Atleta MS, programa do Governo do Estado, administrado pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Yeltsin foi o melhor em sua bateria classificatória neste domingo (29), liderando do começo ao fim, com longa vantagem. Ele fechou a série com a marca de 4min07s34.

Além de ir em busca da segunda medalha dourada no maior evento paradesportivo do planeta, o campo-grandense de 29 anos tem grandes chances de bater o recorde mundial da prova (3min58s37). Ao faturar o primeiro ouro em Tóquio, no dia 26 de agosto, presenteando Campo Grande em seu 122º aniversário, o fundista chegou a flertar com o recorde mundial dos 5.000 metros T11. O paratleta de Mato Grosso do Sul ficou a dois segundos de batê-lo.

“Agradeço a torcida, o apoio e as boas energias enviadas de Mato Grosso do Sul. A primeira missão foi cumprida. Agora, conto com a torcida de todos, os 1.500 metros vêm aí”, disse Yeltsin, que ainda tem outro compromisso pela frente: a maratona da classe T12 no sábado (4).

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de destaque: Wander Roberto/CPB

Publicado por: Lucas Castro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.